Noções de gerência para caixa de instrumentais cirúrgicos: responsabilidade compartilhada

Sem categoria

Acompanhe as principais noções de responsabilidade para lidar com a caixa de instrumentais cirúrgicos.

Uma das maiores responsabilidades presentes dentro dos hospitais, clínicas e centro cirúrgicos reside no gerenciamento correto e eficiente da caixa de instrumentais cirúrgicos.

Com o surgir de novas tecnologias e aumento dos custos dos instrumentais, os hospitais e outras instituições de saúde passaram a investir na lista de instrumentos cirúrgicos consignados.

A opção varia entre uma até seis caixas para cada cirurgia, dependendo do nível de seriedade do procedimento e também das preferências da equipe médica, sendo que cada caixa já consta diversos instrumentais, desde os mais simples aos mais complexos.

Gerenciamento de caixa de instrumentais cirúrgicos na prática

Deve sempre estar envolvido o representante da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar durante o processo de desenvolvimento de organização da gerência, para fornecer apoio e certificar que existe conformidade nas práticas normalizadas e estabelecidas.

Sua qualificação profissional em relação às condutas de redução de riscos ao paciente (decorrentes de infecções) ajudarão a evitar práticas nada aconselháveis, como esterilização e limpeza incompletas e inadequadas, com o intuito de otimizar a liberação da lista de instrumentos cirúrgicos.

É de extrema importância que cirurgiões e também administradores estejam envolvidos no processo de gerenciamento da caixa de instrumentais cirúrgicos, principalmente no caso de materiais consignados, devido às grandes necessidades que geralmente surgem quando se trabalha com fornecedores.

Gerência de caixa de instrumentais cirúrgicos como prática que beneficia o paciente

Oficialmente, os profissionais da saúde devem ser os mais comprometidos quando o assunto é garantir os interesses de seus pacientes.

Nesse sentido, ao planejar e colocar em prática um programa de gerência de materiais cirúrgicos consignados, o comprometimento não deve ser diferente.

Os benefícios para os pacientes começam com o comum acordo de todos os envolvidos no time e na garantia de execução correta de todas as suas funções e responsabilidades, de acordo com o que foi definido pelo programa.

A equipe do hospital/clínica deve estabelecer uma política de tratamento de material consignado dentro da instituição, fornecendo normas e regulamentos de prazos admissíveis para a entrega da lista de instrumentos cirúrgicos, além de contar com planejamento para tratar as ferramentas que chegam dentro do que foi estabelecido.

Para a equipe, a tarefa mais importante é garantir práticas de esterilização e limpeza adequadas, a fim de assegurar os melhores tratamentos e resultados possíveis aos pacientes.

Em posse dos melhores protocolos e práticas consistentes, a equipe do centro cirúrgico pode permanecer confiante de estar prestando um planejamento de gerência de instrumental cirúrgico eficiente, independentemente de o instrumental pertencer ao cirurgião, hospital ou fornecedor.

Clique aqui para ter acesso à apostila da Cirúrgica Fernandes e aqui para conferir o catálogo com vários modelos de instrumentos cirúrgicos.

Confira a lista de instrumentos cirúrgicos da Cirúrgica Fernandes

A Cirúrgica Fernandes conta com ampla lista de instrumentos cirúrgicos e uma gama de produtos hospitalares, estando capacitada para atender, de forma ágil, todas as necessidades de reabastecimento de caixas de instrumentos para hospitais e clínicas de todo país.

Navegue pelo site para obter maiores informações.

Menu